muita imagem, pouca ação

09fev10

“Joguei sobre você tantos medos, tanta coisa travada, […] tanta dor. Muitas coisas duras por dentro. Farpas. Uma pressa, uma urgência”.

Caio F. Abreu

Enquanto chovia, eu imaginei um diálogo inteiro que a gente ia ter. Pouco previ suas reações, já que você não é do tipo comum, mas chorei com a chuva só de imaginar. Imaginei uma dança em que voltaríamos à sintonia de outrora, ignorando o fato de você não espaçar muito bem. Imaginei um lugar bonito, a gente sentado conversando, rindo do que passou e fazendo planos pro que virá – ainda que pra direções opostas. Eu imaginei também que, quando a chuva parasse, ia levar a inquietação que tá aqui dentro junto com ela.

Mas tudo doeu, só de imaginar.ação

Anúncios


3 Responses to “muita imagem, pouca ação”

  1. é um fio. e, se puxa demais, ele rompe.

  2. 2 monique

    o blog voltou com texto lindo.

    ^^

  3. Gostei do seu blog 😉 vou adiciona-lo em meus favoritos!

    bj


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: